quarta-feira, 30 de julho de 2014

assim morreram os patos

Aparentemente, na Praia da Claridade, não foi o burro que morreu por falta de comer, foram os patos do Oásis por falta de beber. Talvez resistam os tomates que agora crescem no meio do areal, se o javali não voltar para os comer. Não está fácil a vida no deserto...

À esquerda notícia do Diário de Coimbra e à direita em As Beiras,  30 de Julho.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

assim morreu o burro

Aparentemente estão a esconder a praia da claridade com lixo e ervas daninhas com o objectivo de ludibriar a tutela, e como se este disparate não bastasse, ainda vêm a público revelar a estratégia, acreditando que na Agência Portuguesa do Ambiente não haja quem leia jornais. Mais grave é o facto desta deliberada intenção de "perder características de praia" poder resultar na sua derradeira condenação - o burro morreu desta forma, quando finalmente já se tinha habituado a não comer.


domingo, 20 de julho de 2014

renaturalizar