quarta-feira, 17 de setembro de 2014

neste e noutro sul


Na praia da Caparica os cinco milhões em recargas de areia não impediram que a praia ficasse submersa dois meses após a intervenção. Espera-se que a sul do Mondego a intervenção de dois milhões e meio de euros agora anunciada seja mais durável... Cá e lá continuamos reféns da mesma forma de fazer e pensar o mar, subjugados às incertezas do costume que continuam a alimentar os vícios de sempre. Certa é a vontade do mar e a incapacidade para o perceber. Certo é que precisamos de mais intervenções para proteger a nossa costa, mas que acima de tudo precisamos de melhores intervenções.

Sem comentários: