quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

gregos e troianos


Em 2010 no seminário organizado pelo SOS Cabedelo que marcou em Portugal o início do debate sobre o papel do surf para além da dimensão desportiva, Pedro Adão e Silva sublinhou a importância do momento mas não deixou de notar que a esmagadora maioria dos oradores eram do mundo do surf... Portanto, advogados em causa própria. Não será esse seguramente o caso do Dr. Joaquim Gil e de tantos outros que hoje reiteradamente trazem o surf à praça pública, enriquecendo o debate que será tanto mais importante quanto mais plural, para que seja verdadeiramente útil na (re)construção da cidade. O que não deixa de ser curioso é o facto do jornal As Beiras, poucos dias após o artigo de opinião do Dr. Joaquim Gil sobre o projecto CIDADESURF, noticiar o afastamento de três associações ligadas aos desportos de mar. Percebe-se claramente que nada disto tem que ver com qualquer tipo de questão pessoal entre as partes referidas. Não temos qualquer dúvida de que se trata de uma bizarra coincidência, ainda que porventura ilustrativa de uma certa tendência destes desportos para a auto-exclusão. Este não é um tema novo mas antes o vício recorrente alimentado pelas disputas individuais que, por serem tão próprias destas modalidades, são encaradas num quadro de uma normalidade aceitável. O que se lamenta é a forma inócua que resulta da exploração do espaço mediático conquistado com outro propósito, não se vislumbrando qual o contributo que estas associações querem trazer ao processo. 
Uma coisa é certa: o caminho é hoje mais claro do que alguma vez poderia ter sido e continuará a ser seguido com verdade, sustentado na vontade de todos os que nele se vêem representados e nunca apoiado em qualquer conluio associativo, ou até mesmo num legítimo sistema partidário. Porque foi desta forma que nos comprometemos com este processo e com o conjunto de cidadãos que muito nos honram com o seu apoio. Continuaremos por este caminho centrados na promoção do debate plural e esclarecedor, aceitando com toda a certeza que não iremos agradar a gregos e a troianos.

Sem comentários: